Meu Sol Maior, Meu Infinito

É verdade minha cara!

São três décadas de anos já vividos

A cada dia, horas, segundos, minutos.

E momentos

Sofridos e feridos;

Tristes e contentes;

Lindos e floridos;

Coloridos e bonitos.

Os teus agradecimentos à Deus,

Pela vida,

São como perfumes naturais

Das primaveras das rosas ancestrais.

Que me seduz e nos encantam

Não apenas pelos algarismos

romanos e românticos

Que passaram como bem te fez.

Mas, pelas marcas tatuadas

No peito

De felicidade na realidade em nossos corpos.

Como prova presente,

Viva de calor,

É prova de amor.

Para mim,

É fonte inesgotável

de amor ardente.

Que me inspira delicadamente

Em te amar.

Ao pé do teu ouvido,

Dou

Um suspiro gemido,

Um piano sussurrar.

Já és necessidade insaciável

O teu amor como alimento de cada dia…

Os anos passam porque são efêmeros na matéria.

Mas o tempo é eterno e chama de fogo que não se apaga

Para os que se amam em espírito e em verdade.

Hoje, és meu pequeno botão de rosas

Entre os espinhos pontiagudos que furam as mãos

De quem as cobiçam

E dos que tentam te pegar.

Amanhã, minha grande rosa Maria.

Depois de amanhã,

Meu pássaro de todas manhãs cantando em minha janela alegria.

Serás sempre meu Sol Maior!

Meu infinito amor…

Ao raiar de todos os dias…

Uma resposta em “Meu Sol Maior, Meu Infinito

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s