O Canto da Seriema

O inverno passou
A chuva cessou
O verão chegou
Um céu azulado
Se apresentou
O ipê-amarelo florou
O sol esquentou
As flores murchou
O capim verde amarelou
O mato secou
O pássaro fogo-apagou
No semiárido
A seriema cantou
O poeta de saudade
Chorou
E declamou
Ao escutar o canto
Da seriema
Lembrou-se
Da sua linda Hema
E logo de manhã
Levantou-se
Vestiu-se
Na cadeira
Sentou-se
Com papel
A pena
E um tinteiro azul
na mão
Com emoção
Escreveu para Hema
Um lindo poema

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s