A CPI, Wajngarten e a Briga dos Siameses

Mediante o depoimento do presidente da Anvisa, Sr. Barra Torres, ser cristalino e consistente na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), esclarecendo os fatos com evidências, a negligência e a omissão do Ministério da Saúde e do Governo Federal, no tanger do trato com a pandemia ficaram mais do que claras.

Ontem na CPI da Covid, foi a vez de depor o ex-secretário da Comunicação, Sr. Wajngarten, e o seu depoimento fora um desastre tanto para ele quanto para o governo.

Wajngarten mostrou-se um péssimo estratégista para convencer alguém com suas mentirinhas de menino treloso, que não assume o malfeito quando quebra uma xícara de porcelana e fica com a asa da xícara em flagrante na mão.

Será que ele esqueceu ou se fez de louco e não se lembrou que dias antes tinha dado uma entrevista à revista Veja ele mesmo criticando a incompetência dos responsáveis do governo dado pandemia?

Logo, este Sr. caiu em contradição entre seu depoimento de blindagem na CPI de ontem com a sua entrevista na revista de Veja em dias anteriores.

Trêmulo e inseguro, perante as interrogações dos Senadores, suas respostas não passaram de palavras-balas dando tiros no seu próprio pé.

Neste aspecto, faltando 5 minutos para fechar o 2° tempo, o Sr. Wajngarten, mostrou sua fraqueza e inabilitadade política explícita.

Acoxado, com a situação do pedido de prisão pelo Relator Calheiros e por alguns parlamentares ao presidente da CPI, Omar Aziz; Wajngarten não teve dúvidas, colocou as “Cartas” que faltavam na mesa e entendeu que, ao blidar seu “Mito” já era desde o princípio do depoimento sua contradição e uma mentira.

Na verdade, Wajngarten é um gato “ingênuo”, dentro de um saco de gatos espertos tentando salvar seu chefe, o “Bolso-rato”. Mas que, na hora H do jogo, todos eles não passam de mentirosos e horrorosos camaleões querendo mudar de cor ou o tom do discurso.

Portanto, para não sair barrados da CPI, os senadores Renan Calheiros e Flávio Bolsonaro, encerraram o jogo 1×1 com uma briguinha para o desempate de “gatos siameses”; dizendo que não eram “vangabundos”, nenhum e nem outro. Mas sim, ratos ociosos tentando encontrar uma nova saída para o “trabalho honesto”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s