O Preço Alto por “Maria Gasolina”

O Brasil ainda dorme.
Aspirando o cheirinho “bom” da “mulher” mais cobiçada.
“Maria Gasolina”, pelos homens “Carona” ela é chamada.
Para não sentir na pele o sol do meio dia no rosto a queimar
E nem a alergia do seu carro faz ele de pé andar;
E nem no bolso sente sequer o seu alto preço tóxico por R$ 6,20 o litro da gasolina. (Ai Carolina!)

Continuar lendo

A Política de Cabo à Rabo

# Vacina Já!

A política brasileira vai de cabo à rabo com uma mentalidade do XIX, que ainda reina nas cabeças de certas pessoas e com um capitão Australopithecus no poder.

Como é possível, chegarmos a quase 200.000 mortos, vítimas da Covid-19, e até agora não temos nenhuma vacina aprovada pela Anvisa e nem planejamento ou um cronograma definido pelo Ministério da Saúde?

Continuar lendo

Ligando as duas pontas do cordão

Ligando as duas pontas do cordão. Preâmbulo:

Texto analítico refletindo a partir de uma solicitação da minha amiga psicóloga Fátima Schuler, sobre meu ponto de vista do artigo: O Jair Que Há em Nós, de autoria de Ivann Lago (Professor e Doutor em Sociologia Política).

Texto Analítico

Uma breve análise da política à brasileira

É um excelente texto dentro da ótica do autor, que mostra uma análise sociológica e política do caráter psicológico comportamental e cultural do brasileiro em suas relações sociais.

Na minha visão de leitor, o artigo traz pontos consideráveis para refletir e discutir. Neste sentido, é verdade quando Ivann Lago, pontua a complexidade que fora a Eleição de 2018, e que levaremos anos de estudo na órbita das ciências humanas para desvendar e compreender na real o acontecido fato naquela conjuntura política.

Continuar lendo

Os bons ventos sopram para o Oriente

Desde a última crise econômica dos Estados Unidos, entre os anos 2007 e 2008, causada pelas especulações imobiliárias e os altos empréstimos do governo para as grandes empresas; e com instabilidade oscilante do Dólar e do Euro, moeda do sistema do bloco da União Europeia foram fazendo com o que as políticas e as economias dos países emergentes no mundo perdessem o rumo de suas estruturas, chegando em crises ainda como sequelas nos dias atuais.
Oscilando sempre na insegurança dessas economias das grandes potências, os países emergentes, tentam sair de suas inercias economias, mas estão submergidos em crises em vários ângulos que desaguam malefícios e dramas na política fomentando um mal estar social. Continuar lendo